Notícias

Precariedade da PRc 280 preocupa sudoestinos

Entidade espera atitudes práticas do Governo na solução do problema

A precariedade da PRc280 está preocupando lideranças e autoridades da região tal o volume de veículos danificados e, até mesmo, acidentes automobilísticos com pessoas feridas. Nem mesmo simples operações tapa-buracos estão sendo praticadas pelo Governo do Estado que coloca na burocracia entraves para resolver o problema. Ontem (1/8) Sílvio Belotto, de Curitibanos, saiu da pista com seu Prisma LT que ficou significativamente danificado. Por detalhes o veículo não foi parar numa depressão acentuada podendo gerar um acidente fatal.

O assunto vem preocupando o presidente do IRDES – Instituto Regional de Desenvolvimento Econômico e Social, Cláudio Petrycoski que entende que a comunidade vem sendo lesada pela falta de uma postura mais efetiva do Governo do Estado. “Os acidentes estão ocorrendo e os prejuízos humanos e materiais são constantes sem que haja algo aplicado além dos discursos.”

Trechos entre Palmas e Horizonte, em General Carneiro estão praticamente intransitáveis, apesar de investimentos em recapeamentos efetuados recentemente. São verdadeiras valas que a roda do veículo simplesmente é destruída caso entre nelas. “Caso o Governo não tenha uma postura mais efetiva estaremos nos mobilizando com outras entidades para ver caminhos a serem tomados”, explica o presidente do Irdes, lembrando que no ano passado houve a Campanha SOS Rodovias, com a participação do Instituto, da AMSOP – Associação dos Municípios do Sudoeste Paranaense; da ACAMSOP – Associação das Câmaras Municipais do Sudoeste Paranaense; do Grupo Gestor do Território do Sudoeste do Paraná;  da Cacispar e da Agência de Desenvolvimento do Sudoeste, com o apoio da Fadep.

Petrycoski diz que algumas lideranças, especialmente da Cacispar, através de seu presidente Carlos Manfroi, já demonstraram iniciativa e mobilização para mudar esta lamentável condição. Segundo ele, trechos rodoviários bem recuperados, como o entre Coronel Vivida e Candói que está em fase de obras demonstram que é possível oferecer qualidade nos serviços para a comunidade. “É um asfalto que dá satisfação em transitar e gera segurança ao motorista, algo que não se vê na PRc280 que, em vários pontos apresenta-se deteriorada. “

           "Realizamos o SOS Rodovias por entender que haveria sensibilização dos candidatos ao governo e é o que seguimos esperando", comenta a vice-presidente da Entidade, Cirene Vanzela Miotto

O presidente da Cacispar, Carlos Manfroi evidencia que já foram mantidos contatos com o Governo do Estado, através do chefe da Casa Civil, Guto Silva que evidenciou que até o dia 10 de agosto deverão ser anunciadas medidas para aprimoramento das rodovias. “A expectativa como cidadão e presidente da Cacispar é que as promessas se materializem o quanto antes, pois as condições rodoviárias estão precárias, com vidas em jogo, sem contar que a economia regional está sendo prejudicada.”