Campanha busca arrecadar celulares para estudantes da Rede Pública

O IRDES – Instituto Regional de Desenvolvimento Econômico e Social está realizando ações voltadas a obter smartphones e Iphones usados, em operação, para alunos que estão frequentando as aulas na Rede Pública de Ensino e não tem como acompanhar as aulas online pela falta dos aparelhos. Há uma grande demanda e o simples ato de doar aos estudantes, através das Escolas, poderá fazer toda a diferença. Estão irmanados na Campanha “sua atitude muda o futuro de nossos jovens” a Faculdade Mater Dei e há o apoio do Galeazzi Auto Center, do Banco do Brasil e do Sicredi – Agência Centro que terão urnas de coleta de aparelhos. Também há uma central de Coleta na sede do IRDES, na Casa da Indústria.

Anderson Michelin – diretor do IRDES e coordenador do Curso de Administração da Faculdade Mater Dei diz que estudantes estão sendo mobilizados, através da Empresa Júnior, coordenada por Stela Maris de Lara para realizarem a arrecadação de celulares. “A expectativa é recebermos aparelhos que estejam em funcionamento, com carregadores.”

O presidente do IRDES, Marcelo Silveira Dalle Teze articulou solicitação de 300 a 400 aparelhos apreendidos na Receita Federal, iniciativa que contou com o apoio da deputada federal Leandre Dal Ponte e participação dos dirigentes do IRDES, Cláudio Petrycoski; Cirene Vanzela Miotto e Anderson Michelin.

Na opinião de Petrycoski você pegar um celular que está numa gaveta, num armário e tende a ficar obsoleto e dar para um jovem estudante é um ato que praticamente não tem custo e gera, de fato transformações. “Há, de fato, esta carência. Se o jovem usar para as aulas e outras atividades estará ganhando em novos aprendizados tecnológicos e de aula, o que é muito positivo.”

A diretora do IRDES, Cirene Vanzela Miotto está buscando apoio com operadoras de sinal de telefonia celular no sentido de auxiliar os jovens durante a pandemia. “Há a estratégia das escolas em estimular os jovens a buscar sinal de Internet de vizinhos, quando não tem, o que também é um belo gesto e uma demonstração clara de integração comunitária.”

 

 

Compartilhe essa publicação:
Presidente do IRDES